quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Bordões Antigos .


Me vejo aqui sentando.
Pensando como poderia ter sido.
Me vejo imaginando e se eu tivesse ido. 

O gosto da cerveja
A fumaça.
Os acordes do violão. 
Aquele tumulto que lugares fechados trazem.
Muitas pessoas em volta, e mesmo assim a solidão .

Autoria: Simone Cajá
"Pode copiar, mas dê créditos por favor."

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Pilgrim.


Pouca coisa me lembra você.
A praça de dia.
A praça de noite.
O banco da praça.
O bar da praça.
Hippie.
Sophia.
Pedro.
Coração.
A ponte.
A casa.
O tapete.
O filme.
A música.
A música do filme.
A lua.
As viagens.
As crises.
As sextas.
Os vinhos.
Malbec.
As cervejas.
Todas as cervejas.
A solidão.
O abandono

Você.

Autoria: Simone Cajá
"Pode copiar, mas dê créditos por favor."

Olhos Fechados.



Eu fecho os olhos e tento dormir.
Mas o balançar das pernas não me deixa.
Uma frequência assimétrica.
Um vai e vem que tenta controlar 
a ansiedade que me tormenta.
De olhos fechados consigo te ver, 
procuro me aproximar 
mas quanto mais ando mais longe estou de você.
Isso só me faz crer que o tempo ta passando
e nossos caminhos estão distanciando.
Quando vamos aceitar e começar a viver ?

Um sem o outro.
Eu sem você.


Autoria: Simone Cajá
"Pode copiar, mas dê créditos por favor."

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Aqui.






Você não seria capaz de entender o que estou sentindo agora ao te ver. Te entreguei todos os meus sonhos mesmo eles parecendo coisas fora do normal, nele estava nossa vida a dois, mas agora está tudo enterrado você não quis continuar escrevendo você preferiu  abandonar, preferiu deixar que a vida seguisse mesmo a gente não sabendo no que ia dar.  Talvez a gente tem a vida inteira para resolver mas eu não quero a vida inteira. Eu quero agora.E já que você se foi eu fico aqui, eu continuo escrevendo aqui.  Se precisar voltar ainda to aqui. 
Aqui.

Autoria: Simone Cajá
"Pode copiar, mas dê créditos por favor."

sábado, 3 de janeiro de 2015

Time to sleep.



Mesmo quando você tenta ignorar tudo que te corroí por dentro.
Tudo aquilo que te mata aos poucos ao longo do dia,.
Simplesmente apareci na hora que você vai dormir.
Te fazendo enlouquecer, desejando profundamente querer sumir.

É um fato impossível de ignorar.

Autoria: Simone Cajá
"Pode copiar, mas dê créditos por favor."

Conquistas.



É uma conquista e tanto, consegui ferrar com tudo em tão pouco tempo epicamente. 
E só por um momento nada mais faz sentido. 
O ano começou e nada mudou.
Seja Bem-vindo. 

Autoria: Simone Cajá
"Pode copiar, mas dê créditos por favor."

Questão.

 

A questão é que eu perdi. Perdi o real sentido que é isso tudo aqui. Está tudo mudando tão rápido, tem pessoas casando, tem pessoas engravidando, tem pessoas mudando, tem pessoas morrendo e tem pessoas como eu que estão no mesmo lugar. Esse inicio de ano me fez perceber que não tem nada para acontecer, a vida de todos ao meu redor estão mudando com mudanças que idealizei para mim e bem a minha, parou. Não tenho metas, não tenho planos, não tenho nada. 

Autoria: Simone Cajá

"Pode copiar, mas dê créditos por favor."


quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

2015 ?



E estou eu aqui, escrevendo novamente . Escrevendo como sempre faço em momento assim. Escrevendo para marca ais um inicio. Primeiro dia do ano, hora de fazer promessas, hora de fazer planos, simpatia, orações, macumba, vudu. Mas nada adianta. Se você não mudar, 2015 não muda. Esse ano só será diferente se você fizer a diferença .  Pareci um velho bordão mas nesse momento que estou tó acreditando em tudo , to precisando, tó querendo . 2015 chegou seja lindo, seja bom, me faça ser feliz e me devolva tudo que perdi em 2014 a esperança, a fé, os sonhos, a vida.

Autoria: Simone Cajá

"Pode copiar, mas dê créditos por favor."